Como funciona um A-Frame?

Conheça o sistema que é capaz de separar até 4 mil pedidos por hora
 
 
Produtividade e eficiência são fundamentais para o sucesso de qualquer negócio. Na logística não é diferente, especialmente em se tratando do picking, processo considerado o “coração” de um armazém. Velocidade e precisão são fatores cruciais não apenas para garantir a satisfação do cliente como também para a redução dos custos operacionais. É por isso que cada vez mais os gestores logísticos têm investido em tecnologias exclusivas para a separação de pedidos. Com as inovações, muitas empresas já conseguem entregar no mesmo dia (same day delivery) ou no dia seguinte (next day delivery), conquistando uma importante vantagem competitiva.
 
Uma dessas tecnologias que é bastante utilizada nos grandes armazéns logísticos é o A-Frame, um sistema de alta produtividade e que permite separar centenas de pedidos em um curto espaço de tempo, com elevada precisão e reduzida mão de obra. Estima-se que o A-Frame aumente a velocidade de separação em até 80%, além de diminuir drasticamente a ocorrência de erros.
 
 

O que é o A-Frame?

 

A-Frame

O A-Frame consiste em um sistema modular, integrado por uma esteira transportadora sobre a qual existe uma estrutura composta por uma série de canais que cobre os dois lados. Cada canal trabalha com determinado SKU, tendo capacidade para armazenar diversas unidades. A esteira é responsável por “receber” os itens e leva-los para as áreas de embarque.
 
A nomenclatura A-Frame deve-se ao fato de que, quando visto de frente, o equipamento apresenta um formato semelhante à letra maiúscula “A”.
 
 

Como o A-Frame funciona?

 

Conforme mencionamos anteriormente, cada canal do A-Frame armazena um SKU. Quando o pedido é enviado à máquina, geralmente através da integração com um sistema WMS, os produtos demandados são ejetados pelos canais e caem na esteira, sendo cada seção associada a determinado pedido. Os itens escolhidos são, então, transportados para o final do A-Frame e depositados em uma sacola ou caixa de transporte. Posteriormente, os pedidos são transportados para uma estação de embalagem onde são verificados, embalados, etiquetados e, então, transportados diretamente para remessa.
 
Os módulos do A-Frame podem ser utilizados tanto em série quanto em paralelo, de modo a aumentar a capacidade do sistema. Além disso, a automação pode trabalhar integrado a outros sistemas de separação. Durante o seu funcionamento, o A-Frame pode desacelerar ou acelerar automaticamente, conforme necessário, para acomodar a distribuição do item. Para se ter uma ideia da sua eficiência, ele é capaz de separar de 250 a 4.000 pedidos por hora. Apesar da alta produtividade, o equipamento tem restrições relativas à fragilidade e/ou formato dos produtos manuseados.

 

Importante acrescentar também que, para que alcance o máximo de eficiência, a reposição de produtos nas linhas do sistema deve ser veloz e assertiva, evitando que algum canal fique vazio. Para tanto, costuma-se acoplar uma linha de flow rack ao lado do A-Frame com operadores dedicados ao ressuprimento dos canais. Outra solução encontrada pelas empresas para os casos de pedidos que demandam uma grande quantidade do mesmo SKU é a colocação de um SKU em mais de um canal.
 
 

Operações em que é mais utilizado

 

Em geral, o A-Frame é utilizado em operações que trabalham com itens pequenos e com embalagens semelhantes. O sistema é muito utilizado na logística farmacêutica e de cosméticos, mas também pode trazer ganhos para outros tipos de empresas, como as que trabalham com tabaco, pequenos materiais de escritório ou lentes de contato, por exemplo.
 
 

Quais os benefícios do A-Frame?

 
O sistema A-Frame traz uma série de benefícios para a operação, dentre os quais podemos citar:
 
Alto rendimento: os dispensadores A-Frame são capazes de ejetar até 5 itens por segundo, por canal;
 
Alta produtividade e precisão, inclusive nos períodos de pico;
 
Melhor aproveitamento da mão de obra: com a automação do picking, é possível redirecionar os funcionários para outras atividades importantes do CD. Geralmente, é necessário apenas um colaborador trabalhando na reposição dos canais, o que significa também uma redução de custos com a mão de obra;
 
Utilização eficiente do espaço de armazenagem;
 
Redução de erros;
 
Fácil integração com outros sistemas;
 
Possibilidade de ampliação devido à sua estrutura modular.

 

Assim, se você precisa de um alto rendimento na separação de pedidos, aliado à redução de custos com mão de obra, o A-Frame pode ser a solução ideal para o seu armazém, caso trabalhe com produtos que podem ser empilhados nos canais. Separando mais rápido, você terá mais condições de entregar com agilidade e, até mesmo, de aumentar as suas vendas. Por isso, o A-Frame costuma apresentar um alto ROI, especialmente quando integrado a outros sistemas que trazem mais eficiência para a operação.
 
Quer conhecer outras automações da logística?

Leia sobre o sorter, pick-to-light e shuttle.



Deixe uma resposta