Por que o seu armazém precisa da desfragmentação de estoque?

Solução oferecida pelo WMS promove melhor aproveitamento dos espaços e redução de movimentações

 

Você sofre com a falta de espaço em seu armazém? Seus operadores movimentam-se excessivamente para separar os pedidos? Um mesmo produto está alocado em posições distantes umas das outras, ou seja, está “espalhado” pelo armazém? Se a sua resposta para essas perguntas foi sim, seu centro de distribuição está precisando de uma solução importantíssima: a desfragmentação de estoque.

 

defrag estoqueDesfragmentar nada mais é do que colocar fim à armazenagem de um mesmo SKU em posições distantes. Em outras palavras, trata-se de alocar produtos iguais próximos uns dos outros para facilitar o seu manuseio e aproveitar melhor os espaços no CD. Muitas vezes, especialmente em operações manuais, um produto chega ao armazém e é levado para qualquer endereço que esteja livre. Posteriormente, o mesmo item chega e é levado para outro endereço disponível, que pode ser distante do primeiro e pior: sem levar em consideração a taxa de ocupação do primeiro endereço, afinal, a mercadoria que está chegando poderia ocupar a mesma posição anterior (observadas as restrições de lote).

 

Nesse caso, além da taxa de ocupação do CD ser prejudicada, quando o separador recebe a ordem do pedido, ele acaba movimentando-se excessivamente no armazém para buscar a mesma mercadoria que está alocada em pontos diferentes. Isso significa aumento de custos e perda de produtividade.

 

Essa situação pode se complicar ainda mais no cenário atual, dada a complexidade da operação: aumento de pedidos; alto número de SKUs; layout do armazém; verticalização do estoque; múltiplas modalidades de armazenagem e picking. Se um mesmo produto acaba sendo armazenado em vários pontos do armazém, a separação pode se tornar morosa e improdutiva.

 

Para evitar que esses problemas aconteçam, o software de gestão de armazéns, WMS, conta com soluções que visam orientar as movimentações, otimizando os recursos e, principalmente, o espaço. A lógica do sistema (algoritmos) permite a avaliação instantânea do estoque, das posições livres e ocupadas, e das características dos produtos, com isso, o WMS consegue gerenciar a armazenagem, visando sempre a desfragmentação do estoque.

 

Veja a seguir como o WMS trabalha e os ganhos gerados pela estratégia de desfragmentação.

Supply Chain

mobile - Whitepaper

Como acontece a desfragmentação do estoque pelo WMS

 

O WMS foi criado não apenas para automatizar as tarefas e sistematizar as informações, como também para garantir o melhor uso dos recursos do armazém (pessoas, equipamentos e área). Para tanto, o sistema conta com a solução de desfragmentação do estoque, que avalia os saldos dos produtos nos endereços e verifica quais as possibilidades de agrupamento, sugerindo a realocação das mercadorias em um mesmo endereço.

 

Essas sugestões de movimentação são aprovadas pelo gestor da área e, ao dar o ok no sistema, é gerada uma ordem de serviço para que seja feita a movimentação interna. Entretanto, alguns outros critérios devem ser avaliados antes de gerar as movimentações, como por exemplo, produtos controlados por lote (data de validade). Nesses casos, a boa prática é não misturar lotes diferentes em uma mesma posição.

 

Basicamente, tendo a lista de produtos candidatos a agrupar, o sistema WMS calcula e gera as movimentações para endereços com ocupação incompleta, sugerindo produto, posição de origem e posição de destino para cada tarefa. Também é possível que o sistema sugira uma posição nova, fazendo a fusão de duas outras posições. Confira uma tela do WMS Rx que demonstra as possibilidades agrupamento do estoque:

 

desfragmentação de estoque
WMS Rx: Sugestão de agrupamento de estoque

Em muitos casos, um mesmo produto ocupa parcialmente dois ou mais endereços, o que demonstra um mau uso do espaço de armazenamento. Com a desfragmentação, essa mercadoria passa a ficar toda em um mesmo local ou locais vizinhos, liberando espaço para que outro item seja alocado.

 

Ganhos com a desfragmentação

 

Já citamos que o principal benefício gerado pela desfragmentação do estoque é o melhor aproveitamento dos espaços. Mas é importante lembrar que isso significa redução de custos, pois cada m² de um armazém vale muito. Não adianta investir em uma boa infraestrutura se o estoque não está bem organizado.

 

Além disso, o excesso de movimentação no CD causado pela fragmentação do estoque traz queda na produtividade e mau uso do tempo de trabalho de funcionários e equipamentos. Se você quer um armazém com uma alta performance, é fundamental investir em ferramentas que garantam o melhor aproveitamento dos seus recursos, com soluções como a desfragmentação de estoque, que é uma ação corretiva. Contudo, é importante contar também com tecnologias que sejam capazes de evitar o problema.

 

O uso de recursos que mantenham o estoque sempre organizado e otimizado, desde o recebimento do produto no armazém, significa não apenas ganhos em termos de espaço e produtividade, como de acuracidade do estoque, afinal, fica muito mais fácil fazer as contagens quando os mesmos produtos ocupam uma área do que quando estão espalhados pelo armazém.

 

Para alcançar o sucesso da sua operação intralogística, o seu CD precisa estar organizado, assim como o trabalho dos operadores deve ser o mais produtivo possível. Para isso, é fundamental investir em tecnologias que priorizam a ocupação estratégica dos espaços, a qual gera ganhos à operação como um todo.

 

Quer saber mais sobre soluções como essa? Conheça o módulo Slotting do WMS Delage Rx.



Deixe uma resposta