O que considerar ao escolher um WMS para seu e-commerce?

Confira quais requisitos do WMS são cruciais para que o seu armazém de e-commerce obtenha os melhores resultados

 

wms-e-commerceNão é novidade para você que o e-commerce segue em amplo crescimento e que tem se tornado um mercado altamente competitivo. Se já trabalha no setor, especialmente na logística, certamente você lida com pressões diárias para atender os pedidos de forma rápida e precisa, assim como para manter o estoque organizado e com alta acuracidade. Em muitos casos, as dificuldades podem se acumular e o resultado são mais e mais reclamações do cliente, aumento dos custos e uma desorganização tão grande que você não sabe nem como começar a resolver. Pode parecer um o fim do túnel, mas a boa notícia é que com um sistema WMS você sana todas essas questões e abre caminhos para o crescimento do seu negócio.

 

O WMS é um software de gestão de armazéns desenvolvido para dar todo o suporte na gestão do fluxo de materiais e dos trabalhos em uma operação intralogística. Ele está presente desde o recebimento da mercadoria até a sua expedição, assegurando que os processos sejam executados com o máximo de eficiência e assertividade. Quando um erro é cometido, situação bastante comum nos armazéns, o WMS emite um alerta, notificando gestores e funcionários para a sua correção. Com a utilização do software, você tem um estoque 100% monitorado e com informações atualizadas em tempo real, além de assegurar uma alta produtividade no processamento e expedição dos pedidos.

 

É por esses e outros benefícios que muitas empresas de e-commerce já instaram o WMS em seus armazéns e vêm conquistando grandes resultados, sendo o principal deles o aumento da satisfação dos clientes. Com a avaliação positiva, essas companhias conseguem fidelizar os compradores e elevar a sua reputação no mercado. Assim, não é exagero dizer que o WMS é uma das bases do sucesso de um negócio de e-commerce.

 

“Qual o melhor WMS para o meu armazém de e-commerce?”

 

Você pode estar fazendo essa pergunta neste exato momento. Será que todas as opções de softwares disponíveis no mercado conseguem atender suas necessidades e trazer os resultados que você espera? A resposta é não. Dependendo da opção que fizer, você pode ter mais dores de cabeça do que as atuais. Por isso, é muito importante fazer uma escolha do WMS com bastante critério para ter ao seu lado um grande aliado da eficiência e lucratividade.

 

O preço ou a fama do fornecedor não devem ser fatores decisivos na sua escolha. O que realmente precisa ser considerado é como o sistema solucionará os gargalos da sua operação e de que maneira ele beneficiará a execução dos trabalhos e a gestão do armazém. Nesse sentido, o primeiro requisito para  escolher o WMS certo é conhecer a fundo a sua realidade e levantar as suas necessidades. Uma RFP pode te ajudar bastante nisso.

 

Mas existem, ainda, alguns pontos que devem ser considerados. Neste texto listamos sete requisitos que precisam ser atendidos no processo de escolha do WMS ideal para o seu armazém de e-commerce. Confira a seguir:

 

 

#1 Alta precisão em todos os processos

 

É fundamental ter o máximo de assertividade em todo o fluxo dentro do armazém. Você deseja ter um número insignificante de erros em cada processo e o seu WMS precisa te ajudar nisso. O sistema deve registrar todas as movimentações de estoque de forma adequada, desde a entrada de um produto no armazém até o seu envio ao cliente. Além disso, o sofware precisa emitir notificações instantâneas sempre que qualquer erro for cometido, seja no cadastro de uma informação, na confirmação de dados, na separação, expedição, carregamento, etc. Lembre-se de que qualquer falha cometida pode chegar até o cliente, portanto, seu WMS deve atuar ativamente para evitar que isso aconteça!

 

 

#2 Reports precisos

 

Falamos na assertividade dos processos, mas é importante também que o seu WMS tenha a mesma precisão nos relatórios gerados, afinal, eles são de extrema relevância para a tomada de decisões. Se os dados estão desatualizados ou com alguma divergência, seu trabalho e de toda a sua equipe pode ser prejudicado. Portanto, você precisa ter certeza de que o que vê na tela realmente corresponde à realidade.

 

 

#3 Integração e rastreabilidade

 

Um bom WMS deve se integrar com facilidade aos sistemas que você já utiliza (ERP, sistemas de vendas, automações, sistemas de transporte, etc.) e ser capaz de rastrear todas as movimentações realizadas. Na prática, você deve ser capaz de saber informações como:

 

– O status do estoque, quando foi comprado e quando foi vendido;

– A localização de todas as mercadorias;

– Todos os pedidos que foram realizados em um determinado intervalo de tempo;

– Todas as trocas e devoluções realizadas;

– Todos os pagamentos efetuados.

 

Esses e outros dados te darão um retrato fiel do seu armazém, auxiliando nos trabalhos do dia a dia (Compras, Vendas, Logística Reversa, etc.). Com as integrações, as informações passam a ser centralizadas, o que te dá uma confiabilidade muito maior.

 

Nesse sentido, encontrar um WMS que tenha um catálogo de integrações existentes no mercado é uma boa escolha.

 

 

#4 Dados em tempo real e registros das atividades desempenhadas

 

Este requisito se relaciona aos outros dois anteriores. É muito importante que o WMS faça atualizações instantâneas das informações do seu armazém e permita o acesso em tempo real a todos os dados. Muitos de nossos clientes, por exemplo, disponibilizam as informações em monitores localizados em pontos estratégicos no CD e isso faz uma enorme diferença no desempenho porque todos os funcionários  acompanham a operação instantaneamente! Vale acrescentar que um bom WMS oferece, além de dados sobre o estoque e as movimentações, informações sobre o desempenho das equipes, permitindo, assim, que os colaboradores se autogerenciem e, consequentemente, elevem a sua produtividade.

 

 

#5 Facilidade de configurar e usar

 

Este é mais um ponto muito importante na hora de escolher um WMS, afinal, nem você e nem a sua equipe vão querer passar horas tentando mexer em um software complicado. Você tem um negócio a administrar e precisa canalizar seu tempo para isso; seus funcionários têm uma série de tarefas a serem cumpridas e precisam de um sistema que traga agilidade e não que tome mais tempo. Um bom WMS deve ser intuitivo e fácil de usar. Não gaste dinheiro com um sistema complexo, que vai dificultar os trabalhos. Procure uma solução que todos consigam utilizar sem dificuldades. E não se esqueça de avaliar se o fornecedor do sistema oferece treinamentos para a sua equipe!

 

 

#6 Escalabilidade

 

O e-commerce segue em crescimento acelerado e seu negócio tem tudo para aproveitar as grandes oportunidades que o mercado tem oferecido. Mas, para que isso aconteça, seu WMS precisa estar pronto para acompanhar a evolução da sua empresa, ou seja, o software deve ser escalável. Se você já tem planos de incluir novos canais de venda, é importante questionar ao fornecedor: o sistema está pronto para atender uma operação multicanal? Do mesmo modo, é importante avaliar se o WMS permite que sua empresa amplie os SKUs, número de pedidos processados por dia, etc. Não se esqueça também de verificar se o fornecedor do sistema acompanha as tendências do mercado e se possui parcerias duradouras com os seus clientes.

 

 

#7 ROI e casos de sucesso

 

Por fim, o mais importante: quanto retorno sobre o investimento você terá? Em que medida seus custos serão efetivamente reduzidos? Como o WMS escolhido te ajudará a aumentar as margens de lucro?

 

Todas essas perguntas devem ser respondidas antes de tomar a decisão final pelo melhor sistema para a sua empresa. Além dos contatos com o fornecedor, converse também com os seus clientes e avalie os casos de sucesso, prestando bastante atenção nos ganhos reais que foram alcançados. Você está pronto para transformar o seu armazém e é crucial que essa mudança te traga o melhor retorno possível.

 

Na Delage, temos um cliente que reduziu o payback de 2 anos para apenas 10 meses. Os ganhos foram tantos que o ROI chegou muito antes do esperado. Para nós, isso sim é a certeza de um investimento que vale a pena!

 

 

O sucesso do seu e-commerce está chegando

 

Se você já tomou a decisão de implantar o WMS no seu armazém de e-commerce, parabéns! Está no caminho certo! Considerando as dicas apresentadas nesse texto e tomando a decisão certa, é questão de tempo para você alcançar o sucesso tão esperado. Conte com a tecnologia para bater suas metas e revolucionar o seu negócio. Nós, que já trabalhamos com soluções para Supply Chain há mais de 25 anos, garantimos: vale a pena apostar na inovação!

 

> Para aprimorar a ainda mais o seu processo de escolha, baixe o nosso checklist gratuitamente.



Deixe uma resposta