Suporte: a chave para o sucesso da sua empresa com o WMS

suporteVocê quer elevar a performance de seu armazém e decidiu investir em um WMS para alcançar novas metas. Para tanto, iniciou uma pesquisa sobre a melhor empresa de TI e o software mais qualificado, avaliando pontos como tempo de mercado, reputação, expertise, clientes atendidos, dentre outras informações. Mas será que a sua busca deve parar na análise da empresa e qualidade do software? A reposta é não. O uso da tecnologia, por si só, não é a garantia de bons resultados. Sem um suporte de alto nível, o seu investimento pode não retornar da forma como você espera. Por isso, é fundamental avaliar se a empresa que fornece o WMS oferece uma sustentação antes, durante e após a implementação do sistema.
 
Muitas vezes, ao adquirir uma nova tecnologia para o seu negócio, o gestor se preocupa apenas com a RFP (Solicitação de Proposta) e a POC (Prova de Conceito), sem avaliar em como será a implantação e a sustentação. E se algo falhar em uma dessas duas fases, pode haver consequências sérias na operação. Por isso, destacamos alguns detalhes que não podem ser esquecidos. Confira a seguir:
 
 
 

Primeiro passo: projeto

 
Durante os primeiros contatos com a empresa escolhida para oferecer o software, é importante que haja uma conversa detalhada para que você determine com clareza a solução que o seu negócio precisa. Além disso, os profissionais que vão implantar o WMS no seu armazém devem conhecer muito bem as especificidades da sua operação, de modo que possam fazer as configurações necessárias. Outro ponto fundamental é que seja elaborado um projeto de implantação com uma metodologia bem definida, para que a gestão de mudanças (de processo manual para automatizado) se dê de forma harmônica. Essa parte fica sob responsabilidade da empresa de TI, que determina as fases do projeto, o tempo de duração, infraestrutura necessária, dentre outros detalhes.
 
Ter um bom projeto de implantação garante a diminuição de incertezas e proporciona um maior índice de assertividade. Contudo, vale lembrar que é essencial que haja um equilíbrio entre o processo de planejamento e a execução propriamente dita. É por isso que as empresas de TI precisam contar com pessoas especialistas em Gestão de Projeto, assegurando que o que for planejado será cumprido.
 
 


SLA: Acordo de Nível de Serviço

 
Um outro ponto importante e que deve fazer parte das conversas iniciais é o SLA (Service Level Agreement), ou Acordo de Nível de Serviço, o qual precisa ser documentado e previsto em contrato. Trata-se de um acordo entre contratante e contratado em que são detalhados todos os serviços que serão prestados, com informações sobre de nível de serviço, termos de compromisso, prazo de contratos e suporte técnico. Pelo SLA, ficam definidos em termos claros os papéis e responsabilidades das partes envolvidas no acordo.
 
De acordo com a norma brasileira ABNT NBR ISO/IEC 20000-1:2011, “esse documento deve ser acordado entre os requisitantes ou interessados em um determinado serviço de TI e o responsável pelos serviços de TI da organização, e deve ser revisado periodicamente para certificar-se de que continua adequado ao atendimento das necessidades de negócio da organização”. Desse modo, além de estabelecer o SLA, é preciso avaliá-lo constantemente, checando se os termos acordados estão condizentes com o serviço oferecido.
 
 

Sustentação: exija qualidade e agilidade

 
O suporte técnico será o veículo de comunicação direta entre a sua equipe e a equipe da empresa de TI. É através dele que questões que parecem difíceis para o seu time podem ser solucionados através de um simples telefonema, e-mail ou Web Service. Um desvio que talvez demoraria horas para ser resolvido pelos operadores do seu armazém pode ser solucionado em poucos minutos contando com um suporte ágil e eficiente. Nesse sentido, a sustentação garante não apenas que a tecnologia seja aproveitada da melhor forma, o que reflete diretamente nos resultados, como também ajuda economizar tempo e, consequentemente, dinheiro.
 
É válido acrescentar que uma operação não pode parar para resolver problemas técnicos em seu software. Qualquer que seja o ajuste a ser feito precisa tanto de agilidade quanto de critério. É como “trocar os pneus com o carro andando”. Isso quer dizer que a sua empresa precisa contar com um suporte qualificado e veloz. A demanda que você apresenta ao fornecedor do WMS precisa ser resolvida no menor tempo possível e sem causar impasses na operação.
 
Contar com um suporte de alto nível é essencial para que a tecnologia implementada realmente dê os resultados esperados, pois é normal que aconteçam falhas. O que não pode ocorrer é uma demora para que elas sejam solucionadas, pois isso pode prejudicar o andamento da sua operação, o que pode impactar diretamente no serviço oferecido ao seu cliente. Por isso, fica uma dica fundamental: antes de escolher a empresa os recursos e ferramentas de tecnologia que você vai implantar na sua empresa, certifique-se de que você contará com o melhor suporte por parte do fornecedor. Tenha uma conversa clara durante as negociações, fale sobre as suas especificidades, determine pessoas responsáveis para fazer o contato direto com a sustentação e os prazos máximos de atendimento às suas demandas.
 
 

Suporte: caminho para melhorias

 
Ao ter contato com a equipe especializada no WMS implantado na sua empresa fica mais fácil potencializar todas as suas funcionalidades, além de identificar possibilidades de aprimoramento ou necessidades de expansão do projeto. O time de sustentação existe exatamente para qualificar cada vez mais a experiência oferecida pelo sistema, ou seja, para torná-lo mais aderente ao seu negócio, trazendo os ganhos desejados.
 
Se você quer que o seu negócio cresça com o WMS, esteja certo de que a sustentação fará toda a diferença para alcançar esse objetivo!
 
Veja como a Delage prioriza o seu cliente.



Deixe uma resposta