Delage realiza ação social junto à ONG One by One

Você sabia que uma criança portadora de necessidades especiais precisa trocar a cadeira de rodas a cada 2 ou 3 anos? E que essa cadeira precisa ser fabricada sob medida?

 

Delage-One-by-One-2
Entrega em 13 de maio

Muitas famílias não têm condições de arcar com os custos decorrentes dessa necessidade, e é aí que entra o belo trabalho da ONG One by One, a qual conta com o apoio da Delage para dar continuidade à sua missão.

 

Simone Peixoto, Sócia-Diretora da Delage, é a grande idealizadora do projeto na empresa cujo propósito é doar uma cadeira de rodas a cada novo cliente conquistado. Para compartilhar os frutos colhidos em 2018, em 13 de maio e 9 de setembro deste ano foram doadas novas cadeiras, todas feitas sob medida para as crianças que as receberam.

 

A organização One by One, localizada no Rio de Janeiro, atua na inclusão social de crianças especiais com baixa renda. Uma de suas iniciativas principais é oferecer a mobilidade através de cadeiras de rodas, contando com o apoio e doações de pessoas físicas e jurídicas. A ONG acolhe a criança em sua primeira cadeira de rodas e passa a acompanhá-la, oferecendo aulas de estimulação e alfabetização, além de contar com projetos voltados para as mães.

 

Para fazer parte dessa corrente do bem, Simone Peixoto, que já trabalhava como voluntária na ONG, organizou a doação das cadeiras e contou com a ajuda de colaboradores da Delage para fazer a entrega pessoalmente, em dois encontros marcados por muita emoção.

 

Missão especial

 

Delage-One-by-One-1
Entrega em 09 de setembro

A fundadora da One by One, a argentina Teresa Stengel, vê a iniciativa da Delage como um grande exemplo para outras empresas. “Eu acho que muito lentamente tem acontecido uma mudança na sociedade a respeito do papel das empresas quanto à responsabilidade social, ou seja, de trabalharem e terem um olhar diferente para quem mais precisa”, diz. Teresa elogia a iniciativa de Simone, a qual ela já conhecia pela atuação como voluntária da ONG. “O que eu achei mais interessante na ação da Simone foi trazer essa responsabilidade para dentro da Delage, esse olhar para o outro, o que eu considero extremamente importante, porque se cada um faz um pouquinho, o mundo seria completamente diferente. Com relação à sociedade, eu penso que quem teve a oportunidade de estudar tem a responsabilidade de gerar oportunidade para os outros, e é isso que eu sinto que a Delage está fazendo: dando melhor qualidade de vida a essas crianças e a essas mães, e isso é importantíssimo”, pontua.

 

Simone, por sua vez, destaca a satisfação em ajudar uma organização séria e comprometida com o bem-estar de crianças portadores de deficiência. “Eles têm uma fila enorme de meninos e meninas esperando uma cadeira de rodas. Acho que somos tão abençoados que é nosso dever como pessoa física e jurídica ajudar o próximo. Na verdade, fazemos para ajudar outra pessoa, mas no fundo somos nós mesmos que crescemos e evoluímos! De tudo isso surgiu a ideia da campanha, em que a cada venda doaríamos uma cadeira”, afirma.

 

Ainda segundo Simone, o objetivo de convidar os funcionários para participar da doação é uma forma de mostrar que eles também contribuíram para que o sonho das crianças fosse concretizado, uma vez que o empenho de cada um ajuda a empresa a conquistar novos clientes. “Foi muito legal! Espero que possamos continuar esse lindo projeto e que possamos sempre doar várias cadeiras!’’, ressalta.

 

Raquel Aguiar, RH da Delage, relata que se sentiu emocionada ao receber o convite para participar da entrega das cadeiras. “É gratificante fazer parte de uma organização que se preocupa com crianças portadoras de necessidades especiais. Considero que ações como esta, além do objetivo de inclusão social, nos proporciona praticar a fraternidade e evoluirmos como cidadãos”, diz. Raquel acrescenta que a iniciativa da doação das cadeiras feitas sob medida foi um grande sucesso e habilita a empresa a se engajar em outras campanhas e ações positivas, buscando sempre um olhar solidário a quem necessita.



Deixe uma resposta